HOMENAGEADOS DO CARNAVAL 2018

Em 14 julho de 1990 nasceu o Maracatu Rural Cambinda Dourada de Camaragibe, um dos homenageados pela Prefeitura Municipal de Camaragibe e Fundação de Cultura neste ano. Há 27 anos, o caboclos de lança camaragibenses realizam sambadas no bairro de Céu Azul e se apresentam como mestres e brincantes nos desfiles Pernambuco afora. Presidido por Fernando Melo, o Cambinda Dourada foi contemplado no Prêmio Culturas Populares: edição Leandro Gomes de Barros, do Ministério da Cultura (em 2017) e é filiado a Associação de Maracatus de Baque Solto de Pernambuco.

Homenageado eleito por membros da Federação das Agremiações Carnavalescas de Camaragibe – FACC, os Caboclinhos Tapuias Camarás nasceram no dia 20 de janeiro de 1978, filhos e descendentes diretos dos Caboclinhos Tabajaras (20 de janeiro de 1968) criados pelo Cacique Luna. Atualmente é conduzido pelo presidente Silvio Romero Luiz de Lima, filho de Luna. A expressão Caboclinhos foi aceita pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional como patrimônio imaterial do Brasil em 2016.