Camaragibe é a primeira cidade do Brasil a implantar um centro de treinamento de futebol só para mulheres

Camaragibe será a primeira cidade do Brasil a implantar um Centro de Desenvolvimento do Futebol exclusivo para mulheres. O avanço será possível graças a uma parceria da prefeitura com o Governo Federal, por meio do Programa Integra Brasil. A prefeita Doutora Nadegi acertou os detalhes da ação em reunião, nesta quarta-feira (23), com representantes dos ministérios da Cidadania e da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Como ponto de partida, o projeto do Centro Desenvolvimento do Futebol Feminino, cujo local será apresentado no dia 26 de maio, tem como finalidade incentivar, desenvolver e democratizar o acesso à formação esportiva na modalidade futebol para adolescentes do sexo feminino, com idade entre 13 a 17 anos, matriculadas em escolas públicas. No total, 120 meninas da cidade serão contempladas pelo projeto.

“Muito importante a discussão do esporte e como a gente pode mudar a vida das pessoas por meio das modalidades. A gente hoje recebeu um prêmio! Um prêmio importante para Camaragibe. Isso dá ânimo e disposição para enfrentar os problemas. Estou muito feliz em podermos receber esse programa e, por isso, gostaria de agradecer, em nome da Prefeitura de Camaragibe. A nossa equipe está disposta a receber tudo que for bom para o nosso povo. Essa relação de proximidade faz com que a gente faça um ambiente saudável e de construção”, pontuou a Doutora Nadegi.

Participaram do encontro, além da prefeita, o vice-prefeito Délio Júnior, secretários municipais; o coordenador-geral de Futebol do Ministério da Cidadania, Alexandre Carvalho, e as representantes do Ministério da Mulher, Viviane Petnelli e Danielle Mendes. Membros da sociedade civil e estudantes de escolas públicas do município também estiveram no encontro.

Alexandre Carvalho falou sobre a implantação do programa no município. “Para nós do Ministério da Cidadania é um fomento para o futebol feminino. E escolhemos a cidade de Camaragibe para ser o piloto master no Brasil. É proporcionar para meninas de escolas públicas um ambiente inicial de esportes para o alto rendimento. A gente vem para Camaragibe para captar adolescentes e fazer com que elas alcancem grandes centros de futebol feminino”, explicou.

“A gente tem buscado trazer o esporte para todos, como uma ferramenta de inclusão social e de transformação de vidas. Futebol é paixão nacional, inclusive, das meninas. Nesse programa, o nosso ministério é apoiador não apenas no desenvolvimento, para que de fato as meninas tenham acesso ao futebol; também com outras políticas públicas. O objetivo é garantir os direitos dessas meninas também por meio da garantia do acesso ao esporte”, destacou Viviane Petnelli.


Publicado em 23 de fevereiro de 2022
Por Secretaria de Comunicação