Camaragibe recebe Fórum Pernambucano da Aprendizagem Profissional (FORAP)

Nesta quarta-feira (20), o município de Camaragibe recebeu o Fórum Pernambucano da Aprendizagem Profissional – FORAP para discutir com os empresários locais o estímulo e a promoção de oportunidades para o mercado de Jovem Aprendiz. Ao todo participaram 68 empresas de médio e grande porte.

O objetivo principal do fórum é estimular e promover o debate, esclarecer dúvidas e compartilhar experiências sobre a Aprendizagem Profissional em Pernambuco. Em Camaragibe, o encontro teve a finalidade de dialogar com as empresas da cidade para viabilizar ainda mais vagas para ampliar o programa Jovem Aprendiz, garantindo a inserção desse público no mercado, em especial, os que já estão participando dos programas de qualificação desenvolvido pelo município, a exemplo do Qualifica Camaragibe.

“Temos uma grande dificuldade com os nossos jovens em relação ao desemprego. Então, precisamos buscar alternativas. Existem muitos desafios, mas “de porta em porta” nós conseguimos chegar lá. Fizemos neste segundo semestre o Qualifica Camaragibe e formamos mais de 160 jovens para o mercado de trabalho. Temos que pegar nas mãos desses jovens e mudar o rumo deles”, disse a prefeita Doutora Nadegi.

De acordo com a legislação, os estabelecimentos de qualquer natureza, de médio e grande porte, são obrigados a empregar e matricular nos cursos dos Serviços Nacionais de Aprendizagem um número de aprendizes equivalente a 5%, no mínimo, e 15%, no máximo, dos trabalhadores existentes em cada estabelecimento, cujas funções demandem formação profissional (Art. 429 da CLT).

“Certamente se der uma oportunidade a esses jovens para iniciarem a vida profissional, eles terão futuros brilhantes como funcionários de uma empresa ou até mesmo como empresários. Dar a chance é entender o problema da sociedade e firmar compromisso”, ressaltou o presidente da Associação Empresarial de Camaragibe, Otávio Ferreira.

Ao contratar aprendizes as empresas são contempladas com alguns benefícios, entre eles, incentivos fiscais, redução de custo de seleção e treinamento e o cumprimento de sua função social.


Publicado em 21 de novembro de 2019
Por Secretaria de Comunicação